Tubulação aparente realça estilo descolado do apartamento

Tubulação aparente realça estilo descolado do apartamento

Simples, barato e impactante, o estilo industrial se tornou mania nos anos 60. Inspirada pelos galpões nova-iorquinos, a estética chegou ao mainstream da decoração na época e passou a aparecer até mesmo em apartamentos de alto padrão. O que antes poderia ser considerado grosseiro ou desleixado, como manter as paredes no concreto ou deixar as instalações à mostra, tornou-se sinônimo de praticidade e descontração para o lar.

Uma das heranças mais significativas desta maneira diferente de decorar a casa é o uso da tubulação elétrica aparente. Visíveis de longe, os canos metálicos dão certo charme ao apartamento e realçam sua estrutura, principalmente quando pintados. Em alta na atualidade, este tipo de intervenção é bastante sugerida por decoradores e arquitetos no Brasil, inclusive em espaços pequenos.

Crie o “desenho” da tubulação

Devido à praticidade, o desenho dos canos aparentes pode ser facilmente customizado (foto: divulgação)

Devido à praticidade, o desenho dos canos aparentes pode ser facilmente customizado (foto: divulgação)

Em um de seus projetos recentes, o arquiteto Alan Vaz apostou nesta fórmula e usou o recurso por quase todo o espaço. Localizado no bairro do Itam-Bibi, na zona oeste de São Paulo, o apartamento ganhou uma base limpa, praticamente sem cores, além, é claro, dos tons metálicos dos canos galvanizados espalhados pelas paredes.

“Desde que o cliente concordou com o estilo industrial, já aconteceu a proposta de colocarmos a tubulação aparente. Sem quebradeira e sem muita bagunça, ela é vantajosa pela possibilidade de alterar o layout quando quiser, criando novos pontos de luz e elétricos de forma rápida”, afirmou o profissional.

Popularizada no anos 60, a estética industrial é característica pelo cimento aparente, falta de cor nas paredes e também pelas tubulações visíveis (foto: divulgação)

No teto, a tubulação visível pode ajudar a “aumentar” o pé direito do apartamento (foto: divulgação)

Outra vantagem que costuma justificar o recurso é um truque usado para “aumentar” o pé direito do apartamento. Com a tubulação aparente, não será necessário rebaixar o teto para acomodar um forro e aproveita-se  o espaço ao máximo.

Sem sujeira e fácil de limpar

Embora seja trabalhosa, a instalação não costuma ser difícil. Com a ajuda de um profissional especializado, você pode escolher o contorno desejado e então embutir as peças na parede. “É um trabalho artesanal, desde o corte e dimensionamento das peças. As partes são presas por braçadeiras e os caminhos são definidos por conectares do próprio produto”, disse Vaz. Neste ponto, é essencial ficar de olho na montagem dos canos. Deixá-los tortos pode acabar com o visual do cômodo.

(foto: divulgação)

A limpeza é o principal cuidado que deve-se tomar ao optar por este recurso. O acúmulo de pó na superfície metálica pode prejudicar a respiração (foto: divulgação)

A única contrapartida na hora da escolha é quanto ao local em que a tubulação ficará exposta. De acordo com o arquiteto, espaços que propiciam corrosão ou sujeira devem ser evitados. “Acredito que as únicas restrições possíveis são nas áreas em que os canos possam se deteriorar, como é o caso de casas de praia, ou lugares que possam acumular muita sujeira”, alertou ele.

O pó é outro inimigo de quem decide deixar a tubulação aparente. Na hora da limpeza, dedique mais alguns minutos para os dutos, pois a poeira é visível e pode ficar impregnada nos canos.

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Pingback: Rústicas, paredes de tijolos aparentes dão ar industrial ao apartamento | Morar Kallas