Praças do Alto da Lapa: curta a tranquilidade do “bairro-jardim”

Praças do Alto da Lapa: curta a tranquilidade do “bairro-jardim”

Andando pelas ruas do Alto da Lapa não é difícil encontrar praças desconhecidas até mesmo para quem vive na região. Isto porque a concepção urbanística do bairro, idealizada pelo arquiteto inglês Barry Parker, valoriza a arborização como elemento principal na construção do espaço. Por este motivo, bairro é considerado um “bairro-jardim”.

Bem cuidadas, a maioria das praças reúne a vizinhança e os passantes eventuais para atividades esportivas, passeios com animais e encontros para quem quer colocar a conversa em dia.

Junte-se ao Morar Kallas na exploração das charmosas pracinhas do Alto da Lapa.

Praça John Lennon

Em formato triangular, o lugar é uma boa opção para quem busca tranquilidade e atividades físicas como caminhadas, corridas e pedaladas. Além disso, o parque homenageia o ex-Beatle com uma estátua sua em tamanho natural e intervenções artísticas que celebram sua obra.

Praça Álvares de Azevedo

Localizada exatamente entre a Avenida Mercedes e a Rua Tomé de Souza, a Praça Álvares de Azevedo é, sem dúvida, uma das melhores para andar de bicicleta. Com uma ciclovia improvisada percorrendo toda a sua extensão, ela pode também ser uma boa opção para quem prefere a caminhada.

Untitled-1

À esquerda, o charme da Praça John Lennon. À direita, a sombra tranquila da Praça Álvares de Azevedo. (fotos: Douglas Garcia)

Praça Oswaldo Zanini

Pequena e descampada, esta praça é o local mais apropriado para caminhantes e para ciclistas com pouca experiência.

Praça Senador José Roberto Leite Penteado

Com uma grande área gramada, o local é ideal para levar o pet. Além de uma ciclovia que contorna toda a praça, há também bancos e diversas árvores que protegem os visitantes do sol e do calor.

Praça Ariquitibá

Pequena e arborizada, a praça em formato oval é ótima opção para quem planeja relaxar e recuperar o fôlego. Como não dispõe de ciclovia ou passarela, tende a ser usada como parada durante um passeio ou como local para brincar com o bicho de estimação.

Praça do Maçom

Atualmente, a pequena praça é mais usada como ponto de referência do que espaço de lazer. A única atração é a estátua de três metros feita em homenagem à atuação da Maçonaria.

Praça Constantino Rodrigues Júnior

Cercada por casas de todos os lados, a praça é difícil de notar por quem não reside nas imediações. Acessível por uma pequena rua, o local é repleto de verde e tem espaço para descanso e caminhadas.

 

 

Assuntos: ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *