Pais tranquilos: como escolher a babá eletrônica ideal

Pais tranquilos: como escolher a babá eletrônica ideal

Bebês recém-nascidos inspiram muitos cuidados. Para ficarem mais tranquilos, muitos pais lançam mão do uso da tecnologia, investindo em babás eletrônicas para ficarem sempre de olho nos seus pequeninos. O mercado, atualmente, oferece diversas variedades desse aparelho, com funcionalidades e preços diferentes. Descubra o modelo ideal para sua família.

 Fazendo escolhas

Viviane Paulicci é da empresa Baby Planners, que ajuda mães e pais a planejarem todo o enxoval do bebê. Segundo ela, “uma babá eletrônica é algo que pode ser útil não por meses mas por anos, acho que é um  investimento que merece ser bem pensado”. Na hora de comprar uma, Viviane diz que o melhor é pesquisar bastante, principalmente entre as marcas mais consolidadas. “É interessante também levar em consideração as indicações de alguém que já usou aquele aparelho”, completa.

Além da marca, as babás eletrônicas disponíveis têm as mais diversas funcionalidades. Por isso, Viviane recomenda que os pais pensem no uso que pretendem fazer do aparelho. Por exemplo, se a família mora em uma casa grande vai precisar de um modelo cujo sinal seja de longo alcance e, de preferência, sem fio. Também é preciso pensar se há necessidade de o produto ser bivolt ou funcionar por energia elétrica ou bateria.

Modelos e funcionalidades

Os pais que querem apenas saber quando o bebê está chorando podem optar por uma babá-eletrônica convencional. O modelo básico da Safety 1st, que custa R$ 189,90*, possui alcance 180 metros, uma unidade receptora e uma transmissora wireless e pode ser alimentada com bateria ou energia elétrica. O modelo da Dican conta com 150 metros e duas opções de canais para transmissão, custando R$ 149,90.* A especialista Viviane, no entanto, não recomenda os modelos analógicos, pois a transmissão pode ter muita interferência.

baba-eletronica-simples

Modelos mais básicos da Safety 1st e da Dican permitem que os pais percebam quando o bebê chora (fotos: Divulgação / Americanas.com)

Muitos modelos vão além de monitorar o choro de bebê. O aparelho da Angelcare, por exemplo, possibilita que os pais, além de ouvir o filho, conversem com ele. A transmissão digital na faixa de 2.4GHz tem 150 metros de alcance e o transmissor é sem  fio. Além disso, o modelo, conta com um monitor de LCD de 1,74” sensível ao toque, que mostra o bebê até mesmo no escuro, pois a câmera tem leitura infravermelha. Outra funcionalidade importante é o sensor de movimento. Posicionado debaixo do colchão da criança, emite um alerta sonoro quando não detecta a respiração por mais de 20 segundos. Por último, o aparelho possui um termômetro que avisa aos pais quando a temperatura do quarto do bebe está muito alta ou muito baixa. Tudo isso sai por R$ 1.399,00.*

O modelo SCD600/10, da consagrada linha Avent, da Phillips, tem 150 metros de alcance e visão noturna. O diferencial do aparelho são as canções de ninar e as luzes relaxantes que ajudam a acalmar o bebê. Por R$ 719,00.* Com transmissor wireless.

baba-eletronica-completa

Com mais funcionalidade, os aparelhos da Angelcare e da Phillips prometem deixar os pais bem tranquilos (fotos: Divulgação / Americanas.com)

Já os mais hi-tech ou que quiserem monitorar seu bebê a uma longa distância  –  do trabalho, por exemplo –  podem optar por outra solução: as câmeras normalmente usadas em circuitos internos. A DSC-942L, da marca D-link, é sem fio. Ela filma e transmite via internet em tempo real, além de captar sons e detectar movimentos. A principal vantagem do aparelho é poder acessar as imagens usando smartphones e tablets. A câmera também permite a gravação das imagens em um cartão de memória inserido na mesma. O preço sugerido pela marca é R$ 530,00.

O a câmera da iBaby permite ainda que os pais reposicionem a mesma com comandos via dispositivos móveis ou computador. O destaque do aparelho está no sistema de áudio bidirecional, que possibilita que os pais conversem com o bebê mesmo estando distantes. Por R$ 1.299,00.*

baba-eletronica-com-camera

Para ficar de olho nas crianças até mesmo trabalhando ou viajando, os modelos da D-Link e da iBaby são ideais (fotos: Divulgação / Americanas.com)

Seja qual for a opção escolhida, é importante checar o bebê com freqüência. Afinal, a tecnologia é apenas uma aliada na hora de dar o carinho e o cuidado que o bebê precisa.

 

*Os preços foram pesquisados no site Americanas.com em 25 de outubro de 2013.

Assuntos:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *