Descubra como ter uma horta vertical em sua casa ou apartamento

Descubra como ter uma horta vertical em sua casa ou apartamento

 

Aprenda um pouco mais sobre a tão famosa horta vertical e descubra como construir uma através do passo a passo criado pelo Blog Tua Casa!

Hoje em dia se fala muito sobre as hortas verticais, uma forma prática de se consumir verduras e temperos sem precisar gastar muito com os alimentos orgânicos disponíveis no mercado. O maior motivo para a procura em produzir seu próprio alimento de forma mais natural e saudável é o enorme uso de agrotóxicos encontrado nos alimentos que consumimos. Dessa forma, tendo uma horta em nossa casa, passamos a comer um alimento fresco e mais saudável para a nossa saúde. Além disso, as hortas verticais são práticas por terem esse formato que não ocupa tanto espaço, inclusive nos espaços reduzidos dos apartamentos. Para isso, uma parede que bata 3 horas de sol por dia é o suficiente para se ter uma horta vertical, sendo em uma casa ou apartamento. Porém, o local ideal é aquele que bate sol de preferência pela manhã, pois a exposição do sol ao longo do dia pode ressecar a terra.

Dependendo do tipo de horta vertical que você deseja ter, é necessário preparar a parede onde ela ficará. O ideal é cobrir com um plástico ou folhas de PVC para proteger a parede da água e dar suporte para a horta. Se você for utilizar canos de pvc ou outros tipos de vasos suspensos, talvez não seja necessário.

Existem diversos tipos de horta vertical e você pode escolher a que melhor se encaixa com o estilo de decoração de sua casa, o espaço que você tem disponível e o tipo de plantas que você deseja ter. É importante também dispor as plantas que gostam de menos água em cima e as que gostam mais embaixo, pois dessa forma, os vasos de baixo ficam mais encharcados. Lavanda, salsinha e alecrim são algumas plantas para horta que não gostam de muita água. Já as plantas que preferem mais abundância de água são orégano, segurelha e hortelã. Ter cuidado ao misturar diferentes tipos de plantas também é essencial, pois elas nem sempre combinam. A hortelã, por exemplo, que se caracteriza como uma planta invasora, deve ter seu próprio local para que não prejudique o crescimento das outras espécies. As plantas de raízes curtas são as melhores para serem plantadas nesse tipo de horta, justamente pelo tamanho limitado.

O que plantar

As opções de verduras e temperos que podem ser plantados em sua horta são muitas. Você pode escolher entre o orégano, manjerona, hortelã, menta, tomilho, coentro, salsinha, sálvia, cebolinha, agrião, manjericão e melissa. E é importante você se atentar sobre o lugar em que a sua horta será montada antes de começar todo o processo. Observe os locais que mais batem sol e analise o espaço que sobrará para as outras atividades dentro da casa, para que a horta não seja um desconforto no seu dia a dia. Nutra bem a terra do vaso, para que suas plantas cresçam saudáveis e sem tantas pragas e insetos. Você pode, por exemplo, reaproveitar a água usada para cozinhar vegetais, pois ela acaba ficando rica em nutrientes e é ideal para estimular um crescimento saudável da hortaliça, apenas lembre-se de que a água deve estar fria, sem sal ou óleo.

Para evitar que as raízes apodreçam por excesso de água, principalmente durante o inverno, quando as plantas levam mais tempo para absorver líquidos, adicione na base do vaso elementos que possam drenar a água de forma eficiente, como pedras, pedaços de espuma ou até mesmo pequenos furinhos. Também procure deixar as plantas mais resistentes e que não necessitam de tantos cuidados no topo, assim você não precisará se preocupar tanto com elas.

A seguir, separamos um passo a passo para você montar sua própria horta vertical. Nele, usamos pedaços de tábua de madeira, mas, para quem preferir, é possível substituir por paletes ou qualquer outro tipo de material decorativo, pois o processo é basicamente o mesmo.

Materiais necessários:

  • 2 pedaços de tábua para suporte, o tamanho fica a critério de cada um, mas cada tábua usada no tutorial mede 100x30cm;
  • Lixa de papel para trabalhos manuais;
  • 1 lata de verniz para madeira, a cor usada foi a Mogno, mas pode ser escolhido de acordo com seu gosto;
  • Rolo ou pincel;
  • 6 vidros de conserva;
  • 1 lápis;
  • 1 régua de 30cm;
  • 1 serra;
  • 6 braçadeiras de pressão;
  • 12 pregos;
  • 1 martelo;
  • Pedras, terra e plantinhas que serão colocadas no vaso;
  • 1 giz.

Passo a passo:

  1. Lixe cada tábua de madeira, retirando todo tipo de ferpa ou imperfeição existente. É possível aproveitar essa etapa para deixar o acabamento mais arredondado, conforme o seu gosto;
  2. Em seguida, aplique o verniz por toda a extensão da tábua com um rolo ou pincel. Você pode aplicar quantas demãos achar necessário, quanto mais vezes aplicar, mais o material ficará escuro;
  3. Enquanto as tábuas secam, aproveite para deixar os vidros em conserva limpos e prontos para serem usados;
  4. Quando o verniz estiver seco, marque nas tábuas os locais que cada vaso será fixado. Pegue a régua e faça 3 marcações ao longo da madeira, de 25cm de distância cada. A partir disso, faça uma marcação na horizontal também, com 12cm para dentro da tábua. Este será o local onde cada vaso será fixado;
  5. Pegue um pedaço de madeira que não será usado e corte a largura de 1cm de madeira em forma de tira. Corte a tira em 6 pedaços de 3cm, uma para cada vaso;
  6. Passe o verniz nos pedacinhos de madeira também, para que fique na mesma tonalidade que a tábua;
  7. Depois de seco, é hora de posicionar cada pedaço de madeira no ângulo certo. Para isso, coloque os pedacinhos sobre a tábua, faça marcações e vire levemente, para que os potes possam acompanhar seu movimento posteriormente;
  8. Abra as braçadeiras, posicione em cima das madeirinhas e fixe as duas com 2 pregos de tamanho pequeno. Repita o processo para cada vaso;
  9. Com o suporte pronto, é hora de preparar os vasos. Adicione pedras ao fundo de cada ponte, elas são muito importantes para que sua água seja drenada e evite o apodrecimento das raízes. Coloque terra, caso necessário, um pouco de adubo orgânico também e por fim, a sua planta;
  10. Posicione os vasos sobre as braçadeiras e aperte, para que elas fiquem bem seguras e não escorreguem ao serem fixadas na parede;
  11. Por fim, adicione detalhes a madeira para personalizá-la. Pronto, sua horta vertical está pronta!

Por último, separamos algumas inspirações de hortas verticais para você poder decidir qual melhor se adapta com seu espaço disponível e inclusive com sua decoração.

Fonte: Pinterest
Fonte: Pinterest
Fonte: Pinterest
Fonte: Pinterest
Fonte: Pinterest
Fonte: Pinterest

Essas são só mais algumas das muitas opções de horta vertical. Agora é com você!

Use a criatividade para construir uma com a sua cara :)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *