De fácil manutenção, a espada-de-São-Jorge é ideal para apartamentos

De fácil manutenção, a espada-de-São-Jorge é ideal para apartamentos

Quem quer ter plantas em casa, mas não dispõe de muito tempo nem experiência, deve apostar na espada-de-São-Jorge. Conhecida como língua-de-sogra, lança-de-São-Jorge ou rabo-de-lagarto, a Sansevieria trifasciata é uma das plantas mais populares do Brasil. A razão de seu sucesso está na sua enorme resistência – e também no imaginário popular.

espada_sao_jorge_apartamento

A espada-de-São-Jorge se dá bem em qualquer ambiente da casa, da sacada ao dormitório. (foto: Pinterest)

Proteção

Segundo a crença, a espada-de-São-Jorge, que é de origem africana, possui a capacidade de afastar o mau-olhado. Deixá-la na entrada da casa vai proteger o lar, evitando que más energias se instalem. Já os céticos podem investir na planta por outra razão: segundo estudo realizado pela NASA, a planta combate a poluição em ambientes fechados, ajudando a manter o ar limpo.

imagem-1

Quatro das variedades mais comuns da espada-de-São-Jorge (foto: Pinterest)

Cuidados

Para a paisagista Raquel Patro, do site Jardineiro.net, a planta é muito fácil de cuidar, sendo ideal para os “jardineiros  de fim de semana”. Além disso, a espada-de-São-Jorge costuma se desenvolver muito bem em apartamentos, pois não precisa receber luminosidade direta: é possível cultivá-la na sacada ou até mesmo próximo às janelas.

A planta aprecia a umidade, porém é capaz de sobreviver a longos períodos sem água. Raquel recomenda que a rega seja feita sempre que a terra do vaso estiver seca ao toque. Para manter a espada-de-São-Jorge sempre saudável e viçosa, outra dica da profissional é fazer fertilizações anuais com húmus de minhoca.

imagem-2

Ultra resistente, a espada-de-São-Jorge não necessita de luz solar direta nem de rega constante (foto: Pinterest)

Alerta

A espada-de-São-Jorge é uma planta tóxica. Ela está longe de ser letal, mas deve-se ter cuidado. Convém deixá-la fora do alcance de crianças pequenas e de filhotes de animais. A recomendação da paisagista é conversar com a criança, pois segundo ela, “a educação é a melhor prevenção para evitar acidentes tóxicos com as plantas”.

imagem-3

Na variedade típica ou na anã, a planta é tendência na decoração e no paisagismo. (foto: Pinterest)

Decoração

A espada-de-São-Jorge, assim como as folhagens tropicais, está em alta tanto na moda quanto na decoração. Em jardins, a planta é usada para compor projetos contemporâneos, sendo cultivadas onde outras têm dificuldades para crescer. Já em ambientes internos, ela empresta um ar vintage, com cara de casa da vovó. A versão “anã” da espada também faz muito sucesso, já que pode adornar mesas, cômodas e aparadores. Raquel Patro afirma que a miniatura é ótima para enfeitar qualquer cômodo da casa e fica muito charmosa em pequenos vasos de cerâmica. Outra dica é usar a espada para compor um mix de folhagens, combinando-a com, por exemplo, outras plantas consideradas amuletos, como a comigo-ninguém-pode e as pimenteiras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *